Logo

Prefeita França do Macaquinho não apresenta nenhuma prestação de conta quanto aos cofres do IPRESAL

Francilene Paixão de Queiroz, ou França do Macaquinho, assim é o nome que se tornou sinônimo de escândalo político no estado do Maranhão. Na segunda-feira da semana passada a câmara de vereadores de Santa Luzia (MA) na pessoa de Cleudimar, entrou com um pedido de requerimento de prestação de contas do IPRESAL no período de 2017 a 2022, tanto por parte do presidente do instituto, quanto da prefeita da cidade. Tendo corrido o prazo de uma semana, a parlamentar declarou em pronunciamento que não houve esclarecimentos por parte de nenhum dos dois.

A previdência social padece de gravíssimos problemas gerenciais e são muitos desvios efetuados. Tramitando em caráter de urgência e sem êxito por parte da prefeitura, a solicitação de prestação de contas apurou que os cofres do IPRESAL sofreram grandes rombos. Segundo a vereadora, no início de mandato a prefeita de Santa Luzia recebeu os cofres da previdência com um valor de R$36.751.780.08, todavia, em 2022 restam apenas R$ 2.732.177.15 desse montante. Nesses cinco anos os repasses gerados pelos servidores da cidade renderam um valor equivalente a R$ 14.462.760,00.

“Nós servidores pagávamos até o dia 31 de dezembro de 2021 um valor de 11% do salário, atualmente é descontado em nosso contracheque 14% daquilo que ganhamos. Para onde vai esse dinheiro debitado de nossas contas? Que fins nossas contribuições têm tomado? Se o fundo de garantia da nossa aposentadoria, que é o IPRESAL se encontra abaixo do valor previsto, isso significa que o município não tem repassado as nossas contribuições previdenciárias descontadas mensalmente em nossos contracheques”, pontuou a vereadora e servidora pública.

Deixar o fundo de previdência de Santa Luzia praticamente vazio é uma total falta de respeito com o poder legislativo, com os servidores e com a população da cidade. É nítido que houve por parte dessa gestão um crime de apropriação indébita previdenciária, pois a falta de transparência quanto aos gastos do IPRESAL reforçam a suspeita de desvio. Como diz o ditado popular, quem cala consente, o silêncio de França do Macaquinho é a resposta necessária ao povo, para que ele entenda que esta é uma liderança corrupta que não dá a mínima para o futuro social.

Do Blog Ronny Costa

COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d bloggers like this: