Logo

IGARAPÉ DO MEIO – Um PAPO com o vereador Professor Gil

As sessões da câmara municipal de Igarapé do Meio, ultimamente veem chamando a atenção dos eleitores. Em um dos encontros dos parlamentares, o vereador Gilberto usou a palavra para relembrar que o colega vereador Prof° Gil mandou ele cantar de GALO ou de GALINHA, questionei ao professor e vereador Gil sobre essa colocação onde ele respondeu: “Apenas quis mostrar ao nobre vereador que a base aliada do governo está preparada para os embates e como percebi que querem dizer e não gostam de ouvir, retruquei a fala dele infundada ao meu respeito com a frase: ‘pode vim cantando de galo ou de galinha’ que da forma que ele vier, vai ter que ouvir”.

“Ele de forma vil e numa tentativa de passar uma imagem de bom samaritano, mencionou o episódio em que o presidente da casa tentara tomar meu mandato e tive que fazer o vereador Gilberto lembrar de um tempo não tão distante, no qual ele fez o ex-vereador Queiroz assinar o próprio pedido de afastamento, em uma tentativa de vencer uma eleição da câmara naquela época, se não me engano”, continuou o vereador Professor Gil.

“E nem irei aqui dizer como Queiroz ficou furioso com isso! E quero aqui até deixar meu respeito aos familiares do saudoso, pois este já não se encontra mais entre nós”, finalizou ele.
Minha conversa com o parlamentar continuou ele esclarecendo que Gilberto não tem moral para querer cobrar o silêncio dele naquela casa, apenas pelo fato de um dia ter sido oposição ao prefeito Almeida e relembrou quando Gilberto foi da base do Zé Filho, se tornando contra, logo depois e passou chamar o então prefeito daquele momento de “ZÉ CANOA” e que depois de um rompimento de Zé Filho com ABC, Gilberto volta de braços abertos para o “ZÉ CANOA”, sendo fotografado até aplicando uma injeção no prefeito em sua residência.

ALEX CARLOS: “O que o senhor acha disso?”

VERADOR PROF° GIL: “Hipocrisia pura. Eu digo isso pelo simples fato de todos lembrarem das coisas absurdas dita pelo vereador Gilberto sobre o ex-prefeito Antônio Berto nas eleições de 2016, e quando foi em 2020 subiu no palanque exaltando o mesmo Antônio Berto, eu não tenho nada contra e nem incrimino essa atitude, pois faz parte da política, agora, querer ser exemplo e vim cobrar de mim, é ser muito cara de pau.”

ALEX CARLOS: “E qual o motivo de Gilberto lhe chamar de Garçom?”

VERADOR PROF° GIL: “Sinceramente não sei, mas garçom é uma pessoa apresentável e que serve muito bem às pessoas e as trata com respeito. Agora toda essa fúria, ódio que ele tem, deve ser por conta de ele sempre em gestões anteriores ter recebido dinheiro do município como técnico de raio x, sem nunca ter trabalhado na função. Perguntei ao vereador o que ele é, no entanto ele apenas sorriu e eu fui além e fiz outro questionamento sobre como se chamava a pessoa que recebe dinheiro de prefeitura sem trabalhar; e novamente sorriu; finalizei dizendo que diante do trabalho realizado por Almeida Sousa e da resposta positiva dada pelo povo igarapeense a gestão trabalho e ação, eu enquanto representante do povo, jamais irei calar-me diante de um falastrão, pois falou abobrinha, vai ter que ouvir a verdade.
Ele pode vir cantar de GALO ou de GALINHA, como queira, agora se Gilberto não quer ser contestado, não o farei na residência dele, mas na câmara municipal de vereadores, vai ter de ouvir a verdade.”.

ALEX CARLOS: “E sobre o que ele relatou de seu falecido pai?”

VERADOR PROF° GIL: “Sobre as falácias de Gilberto, mostram o quanto ele desconhece até o que significa ‘ética profissional’. O vereador sempre desce de nível, sem se preocupar com sentimentos alheios, focando apenas no seu interesse pessoal.
Só tenho a lamentar a postura de uma pessoa que se autointitulado ser um seguidor da palavra de Deus. Creio que o comportamento do vereador é vergonhoso até para os evangélicos.”.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!