Logo

Escolas são alvos de protesto de moradores em Bacuri

Em Bacuri, moradores do Povoado São Paulo, derrubaram Unidade de Ensino Miguel Nery, com a alegação de que a estrutura da escola já tem mais de 50 anos e estava sendo construída por cima de material inadequado, podendo colocar em risco a vida dos alunos e funcionários. Sobre a atitude dos populares, em nota a prefeitura disse: “O mesmo pequeno grupo de pessoas interligadas por interesse político-partidário convocou a população do Povoado São Paulo, de forma ardilosa, para efetivamente demolir a escola Miguel Nery que estava sendo reconstruída, o que realmente fizeram neste dia 3 de agosto do corrente ano. Demoliram a escola de forma irresponsável, sem sequer procurar a Prefeitura Municipal para reivindicar o que quer que seja, tampouco não se basearam em nenhum laudo técnico pericial de profissional especializado para lastrear a vândala ação a que pretendem conferir legitimidade e legalidade.”.

Outro caso envolvendo populares daquela cidade, ocorreu no Povoado Madragoa, onde eles derrubaram uma das paredes da Unidade de Ensino Tancredo Neve. A outra parte da escola foi demolida pela prefeitura, que teria sido pressionada pelos moradores.

Referente às ações dos moradores, a prefeitura disse, ainda, que os atos de ‘vandalismo’ não serão tolerados e que já registrou um Boletim de Ocorrência contra os responsáveis. “A prefeitura de Bacuri, não vai tolerar estes atos de vandalismo e destruição do patrimônio público, já registramos a Ocorrência Policial e todos os responsáveis serão identificados e responderão nas esferas administrativa, civil e penal.”.

A ação popular ocorreu na última terça-feira (3).

COMENTÁRIOS

1 Comentário

Deixe o seu comentário!

%d bloggers like this: