Logo

Adolescentes conhecem na prática a profissão de bombeiro civil


Socioeducandos aprenderam sobre a profissão de bombeiro civil (Foto: Afonso Barros)

Uma manhã de descobertas para os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Centro Socioeducativo de Internação do Vinhais (CSIV), da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), na oficina Giro das Profissões, sobre a atuação do bombeiro civil. A atividade foi conduzida nesta quarta-feira (2) pela equipe técnica que esclareceu as dúvidas sobre o mercado de trabalho e curiosidades das profissões. A oficina é uma iniciativa da equipe técnica e direção do Centro, ocasião em que são trabalhados o direito e a luta do trabalhador de forma lúdica.

A diretora do CSIV, Josenilde Diniz explica a importância de passar sobre a profissão para os adolescentes. “Essa ação do projeto giro das profissões é realizada mensalmente e conta com a presença de profissionais de várias áreas, hoje trouxemos os bombeiros, que falaram um pouco da sua experiência para que os adolescentes se espelhem e vejam que pode ser uma possibilidade de profissão no futuro ”, afirma a diretora.

O bombeiro convidado Marcone Pestana foi acompanhado de sua equipe composta por Iarlia Sousa, Antônio Bahia, John Pontes e Iva Silva. Na ocasião, mostraram situações típicas do dia a dia do ofício de bombeiro, os desafios da profissão, a renumeração e o campo de atuação. “Um bombeiro civil trabalha e se iguala muito ao bombeiro militar, que é servidor público; já o bombeiro civil presta serviço voluntário ou renumerado terceirizado. O bombeiro tem uma área de atuação vasta, nosso trabalho é tanto com resgate, quanto com atendimento hospitalar. Interagir com os socioeducandos foi uma forma deles conhecerem a profissão e se identificarem”, comenta o bombeiro civil Marcone Pestana.

O socioeducando fala da experiência de conhecer no giro das profissões a área de atuação do bombeiro civil. “Hoje aprendi muito com a atividade realizada, coisas que eu não sabia sobre prevenção de acidentes, como prestar socorro. Eles fizeram a demonstração de tipos de equipamentos e em uma situação inesperada como proceder”, diz.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!