Logo

AÇAILÂNDIA – POLÍCIA PRENDE ENVOLVIDOS NA MORTE DE FUNCIONÁRIO MUNICIPAL

A Polícia Civil realizou na tarde de terça-feira (14), na sede da Instituição de Segurança, em São Luís, uma coletiva de imprensa onde foram concedidas mais informações sobre a “Operação Thanatos” que resultou nas prisões de duas pessoas, um policial militar lotado em Açailândia e de um ex-funcionário da Prefeitura de Imperatriz, ambos suspeitos de envolvimento no assassinato do funcionário municipal Carlos Eduardo Lopes, o Paulista, ocorrido no dia 25 de outubro de 2020, dentro de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na cidade de Açailândia.

As informações foram repassadas pelo delegado – geral de Polícia Civil, Jair Paiva; o delegado-geral adjunto operacional da PCMA, Lúcio Reis e pelo superintendente da Polícia Civil – SPCI,  César Veloso.

O alvos da operação foram as cidades de Imperatriz, Bom Jesus das Selvas, Açailândia e Bom Jardim, onde as diligências buscaram elucidar as práticas de crimes de homicídios em toda região tocantina. A operação foi deflagrada finalidade de cumprir seis mandados de prisões, e dez mandados de busca e apreensão domiciliar. Até o presente momento, foram cumpridos 04 (quatro) mandados de prisão provisória, 02 dois em Bom Jesus das Selvas, 01 (um) na cidade de Açailândia e 01 (um) no município de Imperatriz, entre eles, de um Policial Militar lotado na cidade de Açailândia.

Dentre os mandados de busca, foram apreendidos material contendo óleo diesel, maquinário, peças de ferrovia, armas de fogo, munições, vários aparelhos celulares, além de 4 mil litros de combustíveis, provavelmente furtado da Ferrovia Carajás.

As investigações continuam no sentido de aperfeiçoar os diversos inquéritos policiais e ainda alcançar outros crimes ainda ocultos.

COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d bloggers like this: